Blog

Tom Peters: um guru sempre em movimento

por:

lbrito

lbrito

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Como um líder se mantém ativo e influente depois de mais de 50 anos de carreira? A trajetória do “pai” da empresa moderna Tom Peters talvez dê algumas pistas para quem pretende se manter relevante e atento às mudanças cada vez mais vertiginosas do mundo.

A influência de Peters no mundo dos negócios é inegável: o que antes se concentrava em conselhos de administração, às escolas de negócios e às firmas de consultoria, graças a seu trabalho hoje são conceitos disseminados para o grande público, para grandes e pequenos empreendedores de todo o mundo, e com presença constante na mídia.

Atento às mudanças trazidas pelas tecnologias digitais, ele costuma dizer que “pensa em slides”. Depois de tantas palestras, hoje Peters organiza seus pensamentos em forma de telas de apresentações – e, graças a isso, disponibiliza uma infinidade de materiais em seu site. Atualmente, são dezenas de arquivos em Power Point que podem ser baixados a qualquer momento.

Um dos temas que nunca deixa de despertar a atenção de Peters, porém, é a gestão de pessoas. É dele a frase “Seus clientes nunca serão mais felizes do que seus funcionários”. Ou seja, não adianta querer que seus funcionários tratem bem seus clientes se sua empresa não os trata bem. Peters chama a atenção principalmente para os funcionários de linha de frente – aqueles que têm contato direto com o público – como vendedores e atendentes. Mais do que nunca – especialmente diante das exigências das novas gerações – criar um ambiente que enriqueça as vidas dos funcionários é uma obrigação das empresas, afirma.

Peters acredita, na verdade, que se trata de um imperativo moral. Em uma série de slides que forma um livro digital disponível em seu site, ele afirma que “A principal obrigação moral de um líder é desenvolver o conjunto de habilidades tangíveis e intangíveis de todas as pessoas sob sua responsabilidade (temporária ou semipermanentemente) à extensão máxima de suas habilidades. O bônus é que isso também é a principal estratégia de maximização de lucro possível”.

Para ele, portanto, promover o treinamento dos funcionários também é fundamental. Artistas, militares, uma série de profissionais ensaiam, costuma dizer em suas apresentações. Então por que a empresa deixa isso em segundo plano? Peters garante: o retorno pode vir em longo prazo, mas vem. E o treinamento não serve apenas para que os funcionários desempenhem bem suas funções: também é fundamental para disseminar a cultura da empresa.

Nesse sentido, ele dá três conselhos fundamentais para os líderes:

Ofereça um trabalho digno de orgulho (ao contrário de um trabalho fixo).

Ajude as pessoas a serem bem sucedidas em seu trabalho atual (mesmo sabendo que sucesso não é suficiente).

Ajude as pessoas a crescer e a se preparar para um futuro de incertezas (a sociedade e também a lucratividade assim o exigem).

Nota do editor: Tom Peters estará no Brasil em novembro, participando da HSM ExpoManagement 2016, que acontece dos dias 7 a 9. Ele é autor de alguns dos maiores best-sellers da história da gestão: Vencendo a criseProsperando no caosO círculo da inovaçãoRe-imagine!, entre outros, com mais de 6 milhões de livros vendidos em todo o mundo. Para saber mais sobre o evento, clique aqui.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Receba mais conteúdo sobre o assunto do artigo!

Compartilhe

Mais Postagens