Blog

Geração Flux é uma questão de atitude, não de idade

por:

lbrito

lbrito

[vc_row][vc_column][vc_column_text]A Geração Flux tem relação com características comportamentais e psicológicas e não com aspectos demográficos. “Você pode ter qualquer idade e pertencer à Geração Flux”, escreve Safian.

“Flux” é como a revista Fast Company nomeou a nova geração de profissionais que têm de lidar com ambientes de trabalho e de negócio caóticos e confusos. Os trabalhadores da “Geração Flux”, diferentemente dos de outras, são aptos a sobreviver a situações de mudanças e pressões contínuas.

Segundo a Fast Company, o que define um membro da Geração Flux é uma mentalidade que admite instabilidade, aceita redirecionamentos na carreira e gosta de rever modelos de negócio e certezas.

Para Nancy Collamer, colaboradora da revista Forbes, há alguns atributos essenciais que caracterizam um membro da Geração Flux.

O primeiro deles é tornar-se habitual “acumulador” de habilidades. Segundo Collamer, um funcionário dessa geração busca oportunidades para expandir suas competências, especialmente as relacionadas à tecnologia, mesmo quando elas não tenham uso imediato. Isso revela disposição para aceitar novos desafios e, ao mesmo tempo, prepara o profissional para as mudanças que estão por vir no atual emprego ou em um novo.

Outro atributo é o comprometimento com doses diárias de aprendizado. Dedicar ao menos 15 minutos diariamente para expandir os conhecimentos, lendo publicações especializadas no setor ou newsletters é uma possibilidade. Outra é participar de discussões em grupos de profissionais da mesma área nas redes sociais.

Recorrer a todas as mídias é outro atributo-chave. A Geração Flux não fica presa aos meios de comunicação tradicionais, como jornais, rádio e TV. Além de acessar blogs e o Twitter, seus membros assinam o LinkedIn Today, por exemplo, para obter informações diárias voltadas a seus interesses profissionais.

Robert Safian, da Fast Company, foi quem criou o termo Geração Flux no começo desta década, em uma matéria que explicava como a estonteante velocidade de mudanças na economia gera o “caos” que caracteriza os ambientes de negócio atuais.

Em artigo na Fast Company, Safian afirma que a expressão “Geração Flux” aplica-se a pessoas que se desenvolvem melhor em um ambiente marcado por negócios e indústrias que surgem e desaparecem mais rápido do que nunca, no qual modelos de negócio consolidados mostram-se agora vulneráveis e que até conglomerados gigantes vivem sob alta pressão. Basta lembrar o caso da Nokia que, mesmo com sua histórica vantagem competitiva de escala e eficiência, não conseguiu fazer frente a empresas que apresentaram mais agilidade e capacidade de rápida correção de rumo.

Para Safian, a Geração Flux tem relação com características comportamentais e psicológicas e não com aspectos demográficos. “Você pode ter qualquer idade e pertencer à Geração Flux”, escreve Safian. “Suas características são claras: capacidade de adaptabilidade e flexibilidade, disposição para aprender em qualquer situação e consciência de que o negócio atual pode radicalmente ser transformado cada três meses.”

Editor-chefe e diretor-geral da Fast Company, uma das mais influentes e premiadas revistas de negócios no mundo, Robert Safian participará do Fórum HSM Liderança e Alta Performance, que acontece em 17 e 18 de maio de 2016. Para saber mais sobre o evento clique aqui.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Receba mais conteúdo sobre o assunto do artigo!

Compartilhe

Mais Postagens