Blog

A diversidade que promove a inovação dentro das empresas

por:

lbrito

lbrito

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

O mundo ainda está bem atrasado com relação a promover maior diversidade dentro das empresas, entretanto, esse cenário está mudando. Líderes e gestores estão começando a entrar num processo de desconstrução, entendendo que a pluralidade entre as equipes pode trazer ideias distintas, porém inovadoras.

Empresas com um Mindset transformacional cada vez mais estão construindo equipes com maior diversidade de gênero, étnica e racial. Em países como a Austrália, a participação de mulheres em cargos de liderança já chega a 30%, já em países como a África do Sul a porcentagem de pessoas com diferentes etnias ocupando cargos executivos é de 16%. Apesar da população sul africana ser predominantemente negra, a maior parcela de cargos de liderança ainda era dominada por brancos.

Diversidade em todas as áreas

Uma pesquisa realizada com 350 grandes empresas da América do Norte, Latina e Reino Unido, pela consultoria McKinsey and Company, apontou que organizações com um número maior de funcionários com diversidade de gênero e raça obtiveram 35% a mais de retorno financeiro do que suas concorrentes.

Entretanto, grande parte do motivo dessas empresas estarem lucrando tanto é consequência da alta performance e produtividade de suas equipes. Quando um funcionário se sente aceito dentro de seu ambiente de trabalho, inevitavelmente ele produz mais e melhor.

Além disso, esse sentimento de fazer parte da família, e ser acolhido de igual para igual, estimula a sensação de bem-estar, característica essa muito presente em empresas que prezam por uma cultura organizacional mais saudável e promissora.

No Brasil, o gaúcho Filipe Roloff, lidera o [email protected] Brasil, um grupo que apoia a diversidade e inclusão da comunidade LGBT no ambiente corporativo, atuando em diversas ações em prol desta causa. Em outubro de 2017, ele foi eleito um dos 50 futuros líderes LGBTs mais importantes do mundo pelo jornal britânico Financial Times.

Ambientes com mais participação de mulheres e negros em cargos de lideranças também têm resultados incrivelmente melhores. É claro que ainda há muitas barreiras pela frente para quebrar, pois essa luta está apenas começando, mas olhar para equipes com mais diversidade nos faz perceber que independente de gênero, raça, opção sexual ou etnia, no fundo todos estamos sempre em busca de um mesmo objetivo: o sucesso.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Receba mais conteúdo sobre o assunto do artigo!

Compartilhe

Mais Postagens