Blog

Como construir um negócio estável em um mundo em constante transformação

por:

ithsm

ithsm

Quais características garantem o futuro de sua empresa no mundo atual? O que faz dela um empreendimento estável? Sinto informar que no mundo ágil em que vivemos ultimamente, nada garante a estabilidade de uma empresa por muito tempo no mercado.

Porém há uma saída: acompanhar as transformações do mercado que acontecem de maneira cada vez mais rápida devido às tecnologias exponenciais. Para isso, é preciso estar em constante aprendizado.

José Salibi Neto, cofundador da HSM, tem mais de 25 anos de experiência nos principais conceitos da gestão contemporânea, que contribuíram para a transformação de milhares de empresas, executivos e empreendedores do Brasil.

Em seu último livro, Gestão do amanhã, Salibi mostra os desafios que as lideranças têm para enfrentar os impactos causados pela 4ª Revolução Industrial e alerta: “O mundo cresce cada vez mais rápido, quem não estiver em constante aprendizado ficará para trás!”.

O conhecimento que transforma

Em qualquer negócio, estar atualizado com as inovações do mercado exige muita dedicação. É preciso ler sobre o que acontece no Brasil e principalmente fora dele, estar em contato com os jovens empreendedores e suas ideias criativas, além de buscar conhecimento nos grandes hubs de inovação espalhados pelo mundo.

“Infelizmente, o Brasil ainda recebe a informação atrasada de tudo o que está acontecendo, por isso, visitar centros de tecnologia como o Vale do Silício, Boston, Chicago, cidades na China e até no Japão, é essencial para acompanhar as novas tendências e tecnologias emergentes”, afirma Salibi.

Além de adquirir conhecimento, desaprender também é outro desafio para a gestão do futuro. Para que a inovação de fato aconteça em sua organização, uma mudança no mindset de liderança pode ser o caminho para impulsionar uma transformação cultural.

Entretanto, desfazer-se de velhos conceitos, principalmente em empresas que já estão no mercado há muitos anos, não é nada fácil. Por isso, o trabalho de desaprender para aprender novamente deve atingir todos os cargos. A troca de experiências entre colaboradores e líderes pode ser um grande passo para iniciar esse processo.

Uma nova perspectiva

Salibi também afirma que, para conseguir apurar o olhar para as tendências do futuro, além de procurar se especializar com frequência, é também preciso estreitar os laços com os nativos digitais.

“Estável é uma palavra difícil no mundo hoje, mas, para obter sucesso, é preciso andar com as pessoas certas, com um mindset diferenciado e mentalidade aberta. Não ter medo de se juntar aos jovens e permitir esse mix de experiências”, ressalta o cofundador da HSM.

Com tanta tecnologia fazendo cada vez mais parte da cultura organizacional das empresas, nada melhor do que contar com os nativos digitais para somar em sua equipe. Eles, que nasceram numa era ágil, digital e tecnológica, já estão acostumados a lidar com as inúmeras transformações que esse novo tempo traz e podem auxiliar na solução de problemas por meio de outras perspectivas.

Sobre os desafios para 2019, Salibi pondera que eles continuam sendo os mesmos, a diferença é que, com o mundo caminhando de maneira mais veloz a cada ano, é preciso acompanhar todas essas mudanças com rapidez, criar uma cultura organizacional que absorva esse movimento ágil e observar as lacunas do mercado para conseguir sair na frente.

Área de conteúdo HSM

Receba mais conteúdo sobre o assunto do artigo!

Compartilhe

Mais Postagens